Buscar
  • tianaboyce1

Yoga da Biopsicologia

Atualizado: 30 de Out de 2020

Biopsicologia é uma nova ciência que integra os ensinamentos milenares do Tantra Yoga com a ciência moderna de psiconeuroimunologia. Ela trata da relação entre as 50 tendências mentais (vrittis) localizadas nos sete Cakras (centros energéticos localizados na coluna), as glândulas endócrinas e as secreções hormonais.

Este conhecimento nos ajuda a observar e diagnosticar os padrões emocionais negativos que influenciam as nossas vidas e, através de exercícios físicos, visualizações, pensamentos positivos, exercícios de respiração profunda e meditação podemos equilibrar a energia dos Cakras inferiores e controlar as distorções mentais que eles produzem.

A Biopsicologia nos ajuda a curar conjuntamente corpo e mente, proporcionando paz e alegria em nossas vidas; as suas práticas também abrem e desenvolvem as qualidades sutis nos Cakras superiores, ajudando-nos a alcançar realização espiritual de forma integrada com a nossa vida mundana.


Benefícios Fisiológicos das Ásanas


As ásanas (posturas de yoga) atuam sobre os aspectos físicos humanos, elas não somente equilibram as secreções glandulares, mas também relaxam e tonificam os músculos do sistema nervoso, estimulam a circulação, alongam ligamentos e tendões endurecidos, flexionam as juntas, massageiam os órgãos internos, melhora a digestão, rejuvenesce os órgãos, acalmam e concentram a mente, dentre outros benefícios. A prática regular de ásanas mantém o corpo saudável, previne e cura muitas doenças.

Durante esses suaves movimentos, o corpo permanece num estado de relaxada eficiência e a respiração profunda (que normalmente acompanha estas posturas), traz consigo uma grande quantidade de oxigênio a ser absorvido na corrente sanguínea. Durante a prática de ásanas, a energia é acumulada ao invés de despendida.


Ásanas e Glândulas Endócrinas

Glândulas Endócrinas (pineal/epífise, pituitária/hipófise, tireoide, timo, pâncreas, suprarrenais/adrenais, gônadas/glândulas sexuais) - São pequenos laboratórios químicos espalhados pelo corpo que lançam seus produtos (hormônios) diretamente na corrente sanguínea circulatória, que se encarrega de distribuí-los por todo o corpo. Os hormônios são potentes agentes químicos, responsáveis pelas formas e linhas do corpo, pelo controle e regulação dos tecidos, bem como do sistema nervoso vegetativo (Porção do sistema nervoso que atua, independentemente da vontade, do encéfalo e da medula espinal, regulando as funções vitais e as secreções dos órgãos internos; reações fisiológicas). As glândulas endócrinas constituem também importante base para o psiquismo.

As ásanas (posturas de yoga) massageiam as glândulas endócrinas, equilibrando assim o fluxo de hormônios. As posturas de yoga controlam as glândulas, as glândulas controlam a secreção dos hormônios e a secreção dos hormônios controlam as propensões mentais (medo, raiva, inveja, ciúmes, timidez, preguiça, apego, desconfiança, etc).


As glândulas nunca agem isoladamente. Algumas interagem sinergicamente, isto é, mutuamente se reforçam, enquanto outras mutuamente se opõem, de forma que um distúrbio numa delas reflete imediatamente sobre as outras e, consequentemente sobre o organismo inteiro e sobre a vida psíquica.
















Referências Bibliográficas: Apostila do Curso de Professores de Yoga - Ananda Marga/BH.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo